Ronaldo Araújo

Blog sobre tecnologias, programação e afins

Táticas de depuração para o Visual Studio

Oláááááá Developers!!! Todos os dias nos deparamos com diversos tipos de problemas no código, muitos deles nem fazemos ideia o que pode ser, e adivinha o que temos que fazer de cara? É amigo isso mesmo o famoso Debug :). Geralmente quando já tenho ideia do problema evito um tanto quanto o mesmo, mas tem momentos que não tem como escapar, pensando nisso venho compartilhar umas dicas legais de como Depurar o seu código no novo Visual Studio 2017 que vem trazendo novidades bem legais nesse aspecto, vamos lá.

1. Edite o valor de uma variável sem alterar o código

Você já está depurando quando você chega a uma variável e não é o que você acha que deveria ser? Ou talvez você apenas queira mudá-lo para ver como o código se comportaria com um valor diferente? Você pode fazer isso facilmente depurando simplesmente editando o valor da variável na memória.

2. Olhe os valores ao longo das chamadas de função recursiva

Você costuma encontrar-se depurando funções recursivas usando muitas instruções do Debug.WriteLine? Pode ser difícil manter em sua cabeça a forma como a recursão vai se desenrolar. Um auxiliar para esta carga mental, pode ser usar a janela Parallel Watch para ver a mudança nas variáveis ​​da chamada recursiva.

  1. Abra a janela Parallel Watch (Debug / Windows / Parallel Watch) .
  2. Clique em “<Add Watch>” e digite o nome de uma variável que você se preocupa.
  3. À medida que você depurar através das chamadas recursivas, você as verá adicionada em novas linhas na janela.

3. Mostrar valores de parâmetros na pilha de chamadas

A maioria dos desenvolvedores usa a Call Stack como um mapa para seu contexto atual em sua sessão de depuração. Ele fornece histórico sobre onde as chamadas de código passaram a entrar neste estado. Pode ser útil para trazer informações adicionais para se orientar, como valores de parâmetros.

  1. Clique com o botão direito do mouse em um quadro na pilha de chamadas.
  2. No menu de contexto, selecione a opção “Mostrar valores de parâmetros”
  3. Agora, veja os valores em linha diretamente como parte dos parâmetros de entrada na coluna Nome

Nota: Pode haver impacto de desempenho em sua sessão de depuração quando “Mostrar valores de parâmetros” e a pilha de chamadas estiver visível.

4. Deslocar uma função sem encontrar manualmente a fonte

Você já foi jogado em uma situação em que você sabe o que precisa para depurar, mas encontrar o arquivo de origem que contém esse código será um pouco desafiador? Uma maneira rápida de definir um ponto de interrupção no depurador sem precisar saber em qual arquivo e linha o código reside em definir um ponto de interrupção de função.

  1. Acione CTRL + B . Ou selecione Debug / New Breakpoint / Function Breakpoint.
  2. Digite o nome da função que você deseja quebrar. Clique em OK.
  3. Comece a depurar, desencadeie seu código para executar e veja enquanto você pára em um ponto de interrupção mágico em um arquivo de origem que você não precisava encontrar manualmente.

5. Sinalizar threads e executá-los no mesmo local

Ao depurar o código de multithread, as probabilidades são que você vai bater em pontos de interrupção e tomar medidas que resultem em que o programa avance outros tópicos. Às vezes, para inspecionar um bug, pode ser mais fácil ter todos os segmentos parados no mesmo local para que você possa verificar o estado do programa naquele momento. Há uma maneira fácil de fazer isso marcando threads e, em seguida, ativando Run Flagged Threads to Cursor.

  1. Descubra quais tópicos você está interessado. Você pode usar Mostrar threads na fonte , as janelas de depuração paralela ou a janela Threads .
  2. Escolha o ícone Bandeira para marcar os tópicos em que você está interessado.
  3. Clique com o botão direito na linha de código onde deseja inspecionar o aplicativo.
  4. No menu de contexto, selecione Executar linhas sinalizadas para Cursor.

Observação: pode haver um impacto no desempenho notável em sua sessão de depuração quando o Show Threads in Source for ativado ou as janelas relacionadas a threads forem visíveis.

6. Mude os tópicos ativos para ver o contexto

A janela de exibição paralela é ótima para ver muitas variáveis ​​em threads, mesmo as que você não interrompeu. Mas e quando você deseja inspecionar um estado detalhado do aplicativo nesse tópico? A seta amarela mostra as instruções atuais sobre o segmento atual e isso define o contexto para o resto do depurador. As janelas Watch, Data-tips e Call Stack mostram o estado neste contexto. O depurador torna mais fácil para você mudar esse contexto, permitindo que você mude para Thread …

  1. Selecione o segmento que deseja inspecionar. Você pode identificá-lo usando Mostrar threads na fonte , a janela de depuração paralela ou a janela Threads .
  2. Clique com o botão direito do mouse no tópico e selecione Alternar para Thread … e escolha o seu segmento.
  3. Observe como a seta amarela muda para a localização desse fio e as outras janelas agora têm esse contexto.

 

Essas são algumas dicas para você descobrir seu bug depurando seu código de uma maneira matadora, até a próxima 😉

Share Button

, , , ,

%d blogueiros gostam disto: